ilustrações | livros & livres

capa
capa

press to zoom
gravidérrima
gravidérrima

press to zoom
mimos
mimos

press to zoom
capa
capa

press to zoom
1/9
agendinha carioca | antonia leite barbosa
 

Alfama, Chiado, Bairro Alto, Belém... tantos lindos bairros que me inspiraram.

 

Os casarios, em tons claros e com telhados bem vermelhos, tem grandes janelas que se debruçam para ver o Tejo ao longe.

 

Os caminhos, se feitos a pé, tem sempre a companhia dos desenhos das pedras portuguesas. Mas, se mais apressado for, um eléctrico pode levar a qualquer parte da linda Lisboa. Subindo e descendo por ruelas, onde o passado e o presente se encontram.

 

E se cansado estiver, é bom sentar-se em um banco sob uma árvore frondosa para ver como a cidade vive, ver as pessoas passando, ouvir o som do chafariz, ou de um belo fado cantado.  

 

Lisboa é sempre Lisboa.

capa
capa

press to zoom
pracaXV
pracaXV

press to zoom
contra capa
contra capa

press to zoom
capa
capa

press to zoom
1/5
angu do gomes
 

Olhar a cidade do Porto, da outra margem do Rio Douro, é encher os olhos de cores vivas e inspiração. A história nos mostra uma colorida cidade que se desenvolveu olhando para o rio e para todo o futuro que por ele navegava.

 

No topo dessa montanha, a Sé abençoa de cima quem contempla tal beleza. Ao descer a caminho do rio, a parada na estação São Bento se torna obrigatória nessa viagem pelo encantamento.

 

Pequenas casas verticais dividem cada centímetro da Ribeira, a trazer texturas, cores e uma abundância de detalhes que deixa qualquer passante encantado. E pelas janelinhas dessas mesmas casas, o vaivém dos barcos do Vinho do Porto é admirado. 

 

O Porto faz bem aos olhos e a alma.

super festa
super festa

press to zoom
chá de boneca
chá de boneca

press to zoom
amor, saúde e paz
amor, saúde e paz

press to zoom
super festa
super festa

press to zoom
1/17
paper love | convites
 

Para compreender Madrid é necessário viver a cidade. Viver suas ruas, sua tradição, sua beleza e seu movimento. Acompanhar seus hábitos, seus caminhos, sua história e assim conhecer sua alma.

 

Viver Madrid é andar por suas ruas movimentadas a entrar de bar em bar, a provar as deliciosas tapas sem hora para voltar para a casa. É sorrir quando o sol esquenta e ir ao parque do Retiro para ver as rosas florescerem. É correr para confeitaria para comer churros com chocolate quando o frio aperta. É saber que grandes achados te esperam no Rastro todos os domingos. É comprar flores em um quiosque para deixar a vida mais colorida. É a GranVía, a Plaza Mayor, o Urso e o Madronho.

 

Viver Madrid, é viver plenamente cada minuto.